10 dicas de beleza indispensáveis no inverno

14/05/2015 | Patricia Santos

O inverno pode até ser considerado por muitos a estação mais chique do ano. Mas ele também traz uma combinação bem prejudicial para a beleza. A baixa umidade do ar, típica do inverno brasileiro, associada ao frio, acaba ressecando a derme, causando um aspecto esbranquiçado, que, na maioria das vezes, indica a redução das proteínas da pele, especialmente no rosto e nas extremidades como mãos, cotovelos e calcanhares.
 
Com a ajuda da Dra Luciana de Abreu, dermatologista da clínica André Braz, no Rio de Janeiro, e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, listamos 10 cuidados fundamentais para manter a beleza, e a saúde, da pele, até a chegada da primavera. Confira!  

Fuja do ar condicionado! 

A permanência por tempo prolongado em ambientes com ar condicionado pode ressecar a pele e as mucosas dos lábios, nariz e olhos. A pele do rosto pode ficar com aspecto “craquelado” (aquela sensação de repuxe, sabe?) e as mucosas ficam sujeitas a fissuras, ardência e até a pequenos sangramentos. Tenha sempre à mão hidratantes  e cremes reparadores e/ou cicatrizantes para a pele e lábios. Outras opções bacanas são as águas termais e hidratantes em spray, bem práticos de aplicar.

Evite banhos quentes e prolongados

Não é só pela necessidade de economizar água. Durante o banho, quanto mais amena a temperatura e quanto menos tempo ele demorar, melhor. Em temperaturas muito elevados, a água contribui para alterar a composição do manto hidrolipídico, a barreira hidratante formada por lipídeos e água que recobre a pele e que tem a função de protegê-la.

Nada de exagerar no sabonete

Evite ensaboar demais o corpo e usar buchas durante o banho para não retirar totalmente o manto hidrolipídico. Prefira sabonetes neutros que façam menos espuma, mas que contenham ingredientes hidratantes. Escolher produtos que tenham o mesmo pH da pele, que é de 5.5. Se o pH for maior do que este, o sabonete será mais alcalino, o que contribui para o ressecamento da pele.

Hidrate os fios

Mais um motivo para evitar a água excessivamente quente. Ela prejudica a preservação da oleosidade natural do couro cabeludo que tem a função de lubrificar os fios, o que pode provocar ressecamento, quebra e pontas duplas. Por isso, prefira sempre água morna, utilizando xampu e condicionador específicos ao seu tipo de cabelo. Faça hidratações semanais com cremes e máscaras e sempre que for usar a chapinha e o secador não esqueça de aplicar um protetor térmico nos fios.

Use os ingredientes certos

Cremes ou loções à base de ureia, alantoína, glicerina, ceramidas e pantenol são as melhores opções para hidratar o corpo. O ideal é aplicar o produto sobre a pele ainda úmida, logo depois do banho, o que facilita a entrada dos ativos na derme. E capriche nas áreas naturalmente mais ressecadas como cotovelos, joelhos e calcanhares. Para o rosto prefira cremes enriquecidos com ácido hialurônico e antioxidantes, respeitando sempre o seu tipo de pele. No caso da pele oleosa, por exemplo, escolha hidratantes em sérum ou livres de óleo (oil free).

Cuide das unhas

Com o clima seco e frio, unhas e cutículas ressecam e ficam mais frágeis que o normal. Fissuras e descamações são alguns dos problemas. Para ajudar a preservar sua estrutura evite água muito quente, use luvas sempre que manusear produtos químicos e detergentes e prefira removedores de esmalte com componentes oleosos em vez da acetona. Para hidratar use com ceras e cremes para cutículas e unhas, aplicando em forma de massagem. Quanto mais vezes por dia, melhor!

Beba água

Com as temperaturas mais baixas, é comum diminuir o consumo diário de água. Grande erro! A médica recomendada, que é de 2 litros por dia, é extremamente importante para manter a hidratação da pele e do organismo que fica naturalmente debilitado com o clima frio. Aposte também nos chás claros ou de frutas.

Filtro solar, sim senhora!

Não é porque o sol deu uma trégua que você vai descuidar. Não abra mão do filtro no inverno, pois as frações de radiação UV são invisíveis nessa época do ano, até em dias nublados e cinzentos.

Pés de princesa

Os pés também sofrem, em muito, no inverno e é comum o aparecimento de rachaduras devido o ressecamento. É pensando neles que você deve aplicar cremes hidratantes mais potentes. Se mesmo assim, as rachaduras aparecerem, uma boa dica é usar cremes para assaduras, aqueles usados em bebês mesmo, nas regiões mais afetadas. Aplique o produto e envolva os pés em filme plástico na hora de dormir. Tente fazer esse tratamento de uma a duas vezes por semana.

Invista em tratamentos dermatológicos

Essa á a época do ano mais favorável aos tratamentos rejuvenescedores. Invista e sessões de peelings químicos ou de cristal, lasers fracionados ablativos e não-ablativos, luz pulsada para clareamento de manchas e melhora da rosácea. Também é interessante aproveitar quem não está com a pele bronzeada para fazer depilação a laser.


 

LEIA TAMBÉM

* Chega ao Brasil a loção P50T Biologique Recherche
* Tudo que você queria saber sobre esmalte em gel
* bareMinerals lança sua primeira base líquida
 


Tags: