11 dúvidas sobre cabelos respondidas por Sylvio Rezende

14/12/2015 | Patricia Santos

Sylvio Rezende é um dos hairstylists mais conceituados do Brasil. Dono de um carisma incomparável, ele é um verdadeiro mestre das tesouras. Separamos 11 dúvidas enviadas à redação por leitores e seguidores da Cabelos&cia, agora respondidas pelo top hairstylist, e que também vão facilitar (e muito) a sua vida. Confira a seguir!

1. Qual o melhor corte para clientes acima de 40 anos e com cabelo crespo?
Lislene Schwartz Marinho, pelo Facebook 

sylvio-cacheados-maduras

Olá, Lislene! Geralmente, após os 50 ,é comum os fios afinarem e tornarem-se mais ressecados e quebradiços por causa da mudança hormonal e a falta de proteínas. Para melhorar o visual e disfarçar a queda, os cortes mais indicados para crespos e cacheados são os médios, repicados do meio para as pontas. Já para os lisos, sugiro visuais mais curtos, como chanel, ou os cortes graduados – aqueles com nuca batida e frontal assimétrica. Evite usar navalha, que tende a deixar o cabelo elétrico e espigado, ou muito repicado. O “rasgado” pode aparentar menos volume. Para saber mais sobre o assunto, veja o especial rejuvenescimento publicado nesta edição.

2. Qual é o xampu ideal para fios oleosos demais? Que outras dicas posso passar para a cliente com essa textura?
Roseli Reis, pelo Facebook

sylvio-cab-oleosos

Os melhores xampus são os de pH ácido (veja quadro abaixo), que fecham as escamas, alinhando e protegendo os fios. Uma vez por semana, a dica é lavar com um antirresíduos para eliminar o excesso de oleosidade. Contraindicação para esse tipo de fio: aplicação de máscaras e condicionador no couro cabeludo e uso de produtos muito oleosos, pois tendem a aumentar a produção de sebo. É importante avisar a cliente para evitar lavar os cabelos à noite. Isso porque a umidade favorece o aparecimento de fungos, levando à caspa e queda. Se lavar, tem de secar muito bem com secador.

3. Gostaria de trabalhar com noivas. Por onde começar?
Pedro Santos, por e-mail

sylvio-noivas

Oi, Pedro! Esse mercado é realmente muito rentável, mas é necessário ter rapidez e criatividade na elaboração dos visuais. Uma noiva jamais deve atrasar. E os profissionais nunca podem faltar no salão em um dia tão especial para elas! Para come.ar, sugiro fazer um curso de penteados em uma boa academia de cabeleireiros. Participe de workshops de serviços para noivas. Vale comprar de três a quatro bonecas para ir treinando os looks. Fotografar tudo é uma boa ideia para criar seu próprio portfólio. Existe um aplicativo para celular e tablet chamado penteados, que ensina tudo passo a passo. Lembre-se: quanto mais praticar, mais agilidade ir. adquirir.

4. Qual é o kit básico para quem quer ser cabeleireiro?
Maria Madalena, por e-mail

sylvio-equipamentos

Olá, amiga! Bem-vinda ao maravilhoso mundo da beleza! E entre com toda a garra, pois, sem dúvida, este é o melhor lugar para ser feliz e ganhar muito dinheiro. Para quem está iniciando na profissão, é preciso investir em um bom secador, de potência 2500W, no mínimo. A lista básica deve conter: 8 a 10 escovas de cerdas naturais e de metal; três tesouras (uma de 3 polegadas fio navalha; uma de 4 polegadas fio a laser para cortes longos e linhas retas; e uma desfiadeira de 1 cm para retirar marcas); uma navalha com lâminas descartáveis; pentes de cortes de 14 cm; duas piastras (chapinhas), fina e larga, para alisar e cachear. Outra dica é entrar em algum salão da sua cidade para ganhar experiência. Comece como assistente. Não recomendo abrir um estabelecimento neste momento. Pratique bastante e ganhe experiência. Só depois de dois anos, no mínimo, comece a pensar em negócio próprio.

5. Como consertar o estrago feito por clientes que descolorem o cabelo em casa?
Deh Bastos, por e-mail

sylvio-conserto

Olá, Deh! Isso é muito comum nos salões, minha amiga. A mulher ouve dizer ou vê anúncios ou posts nas mídias e acredita ser fácil colorir sozinha. Trabalhar com cores escuras não tem muita complicação, mas quando falamos em loiros… Aí o bicho pega! Não é fácil nem para profissionais, pois requer prática. Bom, o primeiro passo ao receber uma cliente assim é fazer o teste de mechas para saber se o cabelo suporta uma nova descoloração – no caso de ela querer ficar mais loira. Daí é preciso definir com ela qual o tom desejado. Em geral, chegam com a parte da nuca bem amarelada. Assim, se a cabeleira aguentar outro procedimento, comece uma limpeza na área. Com OX de 30 volumes, no máximo, vê repassando nas partes alaranjadas. Em seguida, passe um totalizante (10.21 ou 9.13) com OX de 20 volumes e por 20 minutos, no máximo. Finalize com uma boa hidratação. No mês seguinte, faça algumas luzes para ir acertando a cor – isso se o cabelo suportar, ok? Caso contrário, aplique uma tonalidade na altura do 6 (loiro-escuro). E continue tratando os fios até que estejam recuperados.

6. Quanto tempo leva para retirar dos fios toda a química de alisamento?
San Amaral, por e-mail

sylvio-quimicas

Oi, amiga! Depois de passar por uma progressiva ou um relaxamento, o cabelo pode demorar até dois anos para eliminar a química toda. Infelizmente, não existe técnica ou produto para trazer o cacheado de volta a jato. Lembre-se de que, ao alisar os fios, seu pH é elevado a 14. Ou seja, quebramos suas moléculas para modificar sua forma. Fazer um procedimento inverso seria loucura – as fibras se romperiam no chamado “corte químico”. Se a cliente não quer cortar muito, procure conversar com ela e prepará-la para ir diminuindo o comprimento aos poucos.

7. Qual é o melhor corte para madeixas finas? Luzes ajudam a encorpar os fios, mas não o detonam?
Carolina M., por e-mail

sylvio-luzes-cab-finos

Olá, Carolina! Para as pessoas que têm pouco cabelo, o ideal é jamais deixá-lo reto, pesado. Uma dica é trabalhar em camadas e repicado ao ângulo de 180 graus, o que ajuda a criar mais volume. Outra é usar sempre de duas a três cores. Aplicar, por exemplo, uma base loiro-claro 8.0 e, simultaneamente, fazer luzes com pó descolorante e alguns fios com o tom 6.0 + 6.7 em partes iguais. É uma técnica que ajuda a dar profundidade e aumentar o volume. Em qualquer tipo de cabelo, seja fino ou grosso, o correto é usar produtos para coloridos, incluindo leave-in, e hidratar semanalmente.

8. Cortar a seco ou com o cabelo úmido? Vejo profissionais fazendo das duas maneiras, mas ainda tenho dúvidas.
Júlio Costa, por e-mail

sylvio-cortes

Oi, Júlio! Cada cabeleireiro gosta de cortar de um jeito, mas, em geral, todos devem ser cortados molhados. Isso porque fios limpos e hidratados facilitam o manuseio. No caso do afro e dos muito cacheados, o melhor é o corte a seco e, depois da lavagem, repassar a tesoura. De qualquer maneira, o indicado é avaliar a cliente assim que chegar ao salão, observando os fios secos, as suas formas, o modo de pentear… E só depois disso lavar e preparar para cortar, ok?

9. É possível adaptar o colorido em alta nas clientes mais maduras?
Victoria, por e-mail

sylvio-cab-colorido

Oi, amiga Victoria! Sim, tudo é possível na moda! Mas para começar, cada um deve usar o que lhe agrada. E não há nada de errado em ter 20 ou 80 anos e adorar ser fashion! Só que, no caso de gente com mais idade, o corte deve seguir linhas geométricas, com fios despontados, o que confere estilo moderno. Vale lembrar que, antes de utilizar uma cor fantasia, o cabelo tem de ser descolorido até a altura 9, ou seja, loiro-muito-claro. Apenas depois é que rosa e azuis são aplicados, ok? Outro lembrete: como esses tons desbotam com facilidade, a necessidade de retoques é mais constante.

10. Tesoura, navalha ou máquina: o que é melhor para trabalhar com a clientela masculina?
Maria Fernanda, por e-mail

sylvio-masculino

Na verdade, as três ferramentas são indicadas para esse público, mas cada uma tem uma função diferente. Para exemplificar, vou comentar três visuais de A Regra do Jogo (Globo). O ator Juliano Cazarré (foto) teve o cabelo cortado à máquina e à tesoura e acabamento feito com navalha para compor o personagem MC Merlô. Já os fios em estilo militar de Cauã Reymond (Juliano) foram trabalhados com máquina 2 nas laterais e 3 na parte superior da cabeça. E Alexandre Nero (Romero) apresenta look tradicional, conquistado com tesoura, de laterais mais curtas e sem marcação, e topo desfiado, o que garante volume. Pronto, amiga. Use e abuse da tesoura e da navalha e pode passar a máquina à vontade!

11. Coloração permanente ou tonalizante? Como escolher o produto adequado?
Graziela, por e-mail

sylvio-coloracao

Oi, Graziela! Tudo vai depender do desejo da cliente, do seu objetivo e também do que é mais adequado e compatível com os fios dela. A permanente, que precisa de um oxidante para agir, é usada para cobertura total dos brancos e em serviços como o ombré hair. O tonalizante (ou semipermanente), que age com emulsão ativadora, é empregado nos casos de maior sensibilidade do couro cabeludo – como intolerância à amônia (um tipo de oxidante) – e quando o teste de mechas inviabiliza a coloração. Justamente por isso, sempre avalie a saúde do cabelo antes de optar por um produto, ok?

 

Edição: Annamaria Aglio (texto) e Patricia Santos (web)
Fotos: Divulgação (TV Globo) e Shutterstock