6 dicas para ser um barbeiro de sucesso

11/12/2017 | Redação

O mercado de barba&cia continua aquecido, afirmam especialistas da área. Se você pretende abraçar a carreira, ser um barbeiro de sucesso e abrir seu próprio negócio, acompanhe os nossos conselhos.

 

“Se você sabe administrar e tem uma boa clientela, o negócio de barbearia é extremamente lucrativo”, afirma Fernanda Perretto, proprietária da Perretto Barber Shop, de Curitiba. “Diferentemente do salão, utilizamos poucos produtos para executar os serviços e temos menos gastos. Sem contar que homem vai mais à barbearia do que a mulher ao salão”, explica. Outros experts concordam com a lucratividade de barba&cia. “Homem gosta de se cuidar, de estar bem com a sua aparência. Não existe mais aquela ideia de que ele não se preocupa com isso”, diz Marcos Tiburcio, barbeiro do MG Hair Design, em São Paulo.

Para Stella Sousa Oliveira, profissional da Barbearia Bar, também em São Paulo, apesar de continuarem rentáveis, é preciso ficar alerta. “O público masculino está cada vez mais vaidoso. Mas é necessário ter alguns diferenciais, pois ele quer um espaço pensado só para ele”, avisa. Quer saber por onde começar a ser um barbeiro de sucesso? Veja o que dizem os barbeiros de sucesso:

 

1- ESTUDE. HOJE E SEMPRE

Além de amor pelo que se pretende fazer, é preciso uma dose de talento e muita dedicação. Para ser um barbeiro de sucesso é essencial cursar uma academia ou escola profissionalizante conceituada. E não parar de se atualizar. Há mais de dois anos na profissão, Marcos Tiburcio fez pelo menos cinco cursos antes de começar a atuar. “Estudei para Barbeiro e Cabeleireiro e fiz outros cursos de coloração”, conta. Ele trabalhava em um salão de Guarulhos (SP) até que Marco Antônio de Biaggi o conheceu pelo Instagram. “Ele me convidou para cortar seu cabelo e, uma semana depois, já estava contratado pelo MG Hair Design”, comenta.

Fernanda Perretto diz que se preparou bastante antes de entrar no mercado. “Fiz curso de cabeleireiro e barbeiro. Estudei colorimetria, tricologia, alisamento… Até curso de penteado feminino que, na verdade, nunca usei. Mas isso foi essencial para entender a preparação do cabelo na hora de criar um topete alto e perfeito, por exemplo.” Ela conta que passou dois anos aprimorando-se. “A pessoa não pode fazer um ou dois cursos e achar que está pronta para o mercado. Enquanto estuda deve fazer estágio, mas não tem o conhecimento necessário para ser considerada profissional”, afirma.

 

2- INSPIRE-SE!

Observar atentamente algo ou alguém da área desejada é importante para aguçar a criatividade. Além disso, você descobre caminhos possíveis dentro da carreira de um barbeiro de sucesso. Marcos Tiburcio, por exemplo, é fã das tradicionais barbearias holandesas, enquanto Stella Souza Oliveira admira o brasileiro Eduardo Muller.

Já Fernanda Perretto reverencia Javier Mesones, seu mestre na renomada escola Passaró Hombre, da Espanha. “Sem ele eu não seria nada do que sou hoje”, esclarece. “Meu maior ídolo, porém, não é barbeiro, mas o cabeleireiro John Santilli. Ele trabalha magnificamente com cabelo curto e desde que inicie ié uma inspiração para mim. Nunca conheci alguém com tanta paixão e conhecimento na área!”, revela.

barbeiro de sucesso

3- INVISTA EM BONS PRODUTOS

Se dominar técnicas é imprescindível para um barbeiro de sucesso, usar as ferramentas certas também conta ao produzir visuais masculinos. Mas quais itens não podem faltar na bancada? Denis Cunha, Gestor de produto da Aneethun, aponta os básicos. “O pré-pós barba não pode faltar, pois facilita o deslize da lâmina e o desenho. Já o óleo evita frizz, hidrata e mantém brilho natural da pele e dos pelos faciais.”

Segundo Fernanda Perretto, vale investir nos finalizadores como mousse modelador, spray fixador e pomada com brilho e opaca. “Todos os produtos que utilizo na barbearia e que não são de uso exclusivo profissional eu revendo. Quando você manda bem no grooming (termo em inglês que significa cuidados pessoais – pele, cabelo e pelos faciais), os clientes entendem a necessidade dos produtos e compram! A revenda faz parte do lucro passivo, aquele que não depende de trabalho físico”, considera. Além de tesouras, navalhetes e máquinas de corte e acabamento, a barbeira Stella Sousa Oliveira recomenda itens de finalização.

 

4- APOSTE NA DIFERENÇA

Foi-se o tempo em que barbearia era lugar exclusivo para fazer cabelo e barba. No máximo, aplicava-se gel no topete! Entre os especialistas do setor, a unanimidade é ir sair do básico. Investir no grooming, por exemplo. Para Fernanda Perretto, o men’s care faz parte do bom atendimento. “Na barba terapia empregamos uma série de produtos. Como: exfoliante, calmante para pele, cosmético de efeito lifting do rosto, outro para hidratar e tratar os pelos da barba.

A maioria dos homens ainda não sabe direito o que utilizar. Muitos se esquecem de cuidar da pele, que é de onde a barba nasce e precisa estar saudável!”. Mimos também não podem faltar. Stella Sousa Oliveira diz que na Barbearia Bar os clientes são recepcionados com uma tulipa de chope. Eles têm à disposição telão que exibe jogos e corridas de Fórmula 1, e contam com agendamento por aplicativo. “O homem busca momentos de relax. Trate-o sempre bem para que a sua vinda não seja apenas para executar um serviço. A ideia é vivenciar a experiência no todo”, comenta a expert do Perretto Barbershop.

 

5- COMPARTILHE CONHECIMENTO

Ensine colegas de trabalho a importância do bom atendimento e das técnicas de barbear. Lembre-se de orientar os clientes a usarem corretamente os produtos. Todos saem ganhando! “Se o cliente não consegue reproduzir ou manter a barba alinhada, faltou assessoria do profissional”, diz Fernanda Perretto.

Ensinar e dar dicas de produto faz o cliente ver o resultado e comprar. “Orientamos a maneira certa de pentear o cabelo, além da barba. Trabalho com visagismo e converso muito com o cliente. Observo suas necessidades e depois do serviço, passo alguns truques. Faz com que o trabalho feito na barbearia seja reproduzido na casa dele, fidelizando-o”, completa a barbeira.

Marcos Tiburcio concorda. “Os homens não querem um cabelo com gel. É fundamental ensinar a usar pomada mate, xampu seco… Explicar qual é o tipo de cabelo dele e indicar xampu e condicionador certo. Dar dica de um bom óleo de barba para uso diário”, completa.

barbeiro de sucesso

6- FIQUE ATENTO ÀS TENDÊNCIAS

Se no inverno os longos predominam, no verão os curtinhos reinam nas cabeças masculinas. Acompanhe os hits mostradas em revistas, sites e redes sociais. Na temporada de calor o hit é de diminuir o comprimento do cabelo. “O degradê com topete alto e topo mais longo, foi febre. Agora, é a vez dos fios mais curtinhos na parte de cima. O degradê mantém a força, mas o estilo militar deve reinar por ser prático e garantir frescor.  Assim como o short fringe, o curto com franja”, antecipa Fernanda Perretto.

Marcos Tiburcio e Stella Sousa Oliveira também apostam no undercut como tendência para 2018. Independentemente da moda, o barbeiro do MG Hair Design avisa que “a palavra-chave para trabalhar com o público masculino é cultivar a perfeição no corte e penteado”.

 

LISTA DE COMPRAS
Aqui, uma sugestão de itens para iniciar o trabalho de barbeiro

Shampoo para barba, a opção de um mesmo shampoo para higienizar cabelo e barba, é super prática.

 

Texto: CABELOS&CIA BC

Fotos: Shutterstock