Beleza da capa: como fazer o cabelo e maquiagem de Laryssa Ayres

21/05/2018 | Redação

Veja como foi feita a beleza da capa com os tops Marco Antônio de Biaggi e Diego Borges, além da coloração com Regina França

Não é só a própria Laryssa que ama o estilo messy. O hairstylist Marco Antônio de Biaggi, que produziu os fios para as fotos depois da transformação para a beleza da capa, também. “É um cabelo para uma mulher moderna, urbana. O segredo é primeiro fazer uma escova rápida, para dar textura e brilho. Depois cachear com babyliss largo, protegendo com spray fixador térmico. Uma torcida apenas basta, deixando as pontas de for a para um efeito atual. O aparelho deve ser segurado na vertical. Mas atenção: não aplique na parte da nuca, para o cabelo não ficar armado e com efeito deselegante. Depois, escovar e amassar com spray de efeito de água do mar”, ensina o expert.

Beleza da capa: como fazer o cabelo e maquiagem de Laryssa Ayres

Make glow

O maquiador Diego Borges, do MG Hair Design, queria uma pele com efeito de brilho suave para Laryssa, na beleza da capa. Para isso, usou um primer levemente cintilante, em tonalidade bronze. A base também tinha um pouco de luminosidade. “O truque fica por conta do corretivo, que é um tom mais claro nos pontos onde a luz bate, na zona T e abaixo dos olhos, e o contorno escuro ao redor do rosto e nas laterais do nariz”, explica.

Beleza da capa: como fazer o cabelo e maquiagem de Laryssa Ayres

“Nos olhos, usei sombra laranja no canto externo e vanilla (baunilha) no interno e cílios postiços. Dica para um olhar sexy: coloque-os normalmente e depois, apenas nos cantos externos, cole metade de uma tirinha nova de fios”, ensina. Nos lábios, batom rosa matte.

Beleza da capa: como fazer o cabelo e maquiagem de Laryssa Ayres

De loira a ruiva

Os fios avermelhados com apar.ncia natural estão em alta. Para Laryssa, a cabeleireira Regina França, do MG Hair Design, apostou em mechas ruivas iluminadas bem finas, ao ar livre. A raiz ficou mais escura e o tom aumenta em degradê até às pontas. O efeito iluminado veio do descolorante Majiméches, da L’Oréal Professionnel, que não contém amônia.

Que mulher pode usar cabelo ruivo? “Hoje não existe mais um padrão, o que há é o momento que cada uma vive, o que ela quer. É lógico que temos que analisar a cor do cabelo original, porque não adianta fazer um vermelho lindo que irá contrastar muito com a raiz conforme for crescendo. Também tem que descobrir se essa cliente quer estar sempre no salão, como é a vida dela, para saber como ela fará essa manutenção. Há uma cartela gigante para o ruivo e com certeza cada mulher terá o tom que melhor se adequa a ela”, resume Regina. A cabeleireira fez ainda o corte para a beleza da capa, um chanel assimétrico com pontas desfiadas para dar mais movimento. “É um estilo versátil. Para finalizar, pode-se amassar com musse ou leave-in, escovar, fazer babyliss…”, sugere.

 

Texto: Carol Salles

Entrevista: Larissa Bosco

Fotos: Christian Parente

Assistente de fotografia: Edson Florindo

Making of e passos: Gustavo Morita

Vídeo: Paçoca Filmes

Coloração: Regina França, com produtos L’Oréal Professionnel

Assistente de coloração: Samara Gomes

Cabelo finalização: Marco Antônio de Biaggi

Assistente de cabelo: Caio Bastos

Técnico de passos: Alexandre Rodrigues Jesus (L’Oréal Professionnel)

Maquiagem: Diego Borges (MG Hair Design)

Styling: Cristian Heverson

Agradecimentos: MG Hair Design

Vestido Lê Blog; Casaco Plural; Brincos Toni Barros Jewelry