Corte médio: aposte no queridinho do momento!

17/01/2017 | Patricia Santos

Nem longo, nem curto. A estrela da temporada continua sendo o corte médio, cujos cabelos devem ficar na altura das saboneteiras (aqueles “vãos” entre clavículas e ombros). A tendência pode ser vista de norte a sul do País. No Recife, as mulheres têm aderido às madeixas mais curtas – e não só inspiradas pelas celebridades. “A resistência em cortar ficou no passado. Antes, as clientes pediam para tirar o mínimo; hoje, querem renovar o visual e livrar-se dos fios danificados por muitos processos químicos. Sem contar que o médio combina com o litoral”, confirma Gutto Gibernot, cabeleireiro do Studium Maison (PE). O mesmo acontece em Porto Alegre. “Como as brasileiras em geral, as gaúchas gostam de cabelos longos, mas têm se permitido usá-los menores. Cortados retos ou texturizados, escovados lisos ou em estilo mais bagunçado, ou messy, o médio tem sido o preferido por aqui”, comenta Hugo Moser, do Hugo Beauty.

corte-medio-1

ESTILO DA VEZ

O modelo da moda é o trapézio, desfilado por Jennifer Lawrence e Emilia Clark. Uma versão mais curta do long bob, a parte de trás tem de estar na altura dos músculos de mesmo nome, e a frente, ligeiramente mais longa. Para executá-lo, são feitas graduações no comprimento e nas pontas, criando um desconectado. “O que determina o trapézio é o local onde está o repicado: atrás é sempre intenso e, na frente, onde está a parte maior, mais suave”, ensina Rodrigo Gimenes, diretor técnico da Academia Ondina, localizada em Campinas (SP).

corte-medio-olivia-palermo2

Olivia Palermo lançou o long bob ao mundo

 

O hairstylist Eron Araújo, de São Paulo, recomenda atenção ao formato do rosto antes de passar a tesoura nos fios. “Como esse corte revela uma beleza forte, é aconselhável adaptá-lo a cada cliente. Não o recomendo, por exemplo, para quem possui a face muito arredondada, porque tende a ampliar o volume”, explica. Segundo Elton Nunes, educador da Pivot Point, trata-se de um visual extremamente versátil. “O médio trapézio pode ser feito em fios lisos, cacheados ou crespos. E quanto mais despojada a finalização, melhor”, completa o hairstylist.

corte-medio-grazi

A ondulação de Grazi Massafera é hit de finalização

 

AS VARIAÇÕES
Como o médio assumiu o posto de queridinho da clientela, vale a pena conferir outras variações além do trapézio:

Corte reto (ou chanel)
Atemporal e clássico, combina com mulheres sofisticadas. Pode ter franja ou não. Para todos os tipos de texturas de fios, do liso ao ondulado.

Chanel de bico
Reto na parte de trás e frente em ponta, foi eternizado por Victoria Beckham. “Deve começar na altura da nuca e terminar abaixo do maxilar para ser considerado médio. Acima disso é curto”, avisa Rodrigo Gimenes, que também é proprietário do Monalisa Hair and Make-up, em Campinas (SP), e diretor técnico da Intercoiffure.

Falso reto
De base linear, apresenta desfiados por toda a extensão da cabeça. “Indicado para fios muito volumosos, grossos ou indisciplinados”, comenta Eron Araújo.

Long bob
Democrático, pode ser usado por clientes jovens ou maduras, de todos os estilos e diferentes texturas de cabelos. Sua base é reta e as pontas ligeiramente alongadas, com corte em camadas. “Em alguns casos, é necessário criar camadas menores para dar mais corpo aos fios. Pode ter franja diagonal”, completa o hairstylist do Eron Araújo Creative Salon.

Repicado
Os fios da parte de cima da cabeça são mais curtos e os de baixo, longos. “É sob medida para mulheres de personalidade forte”, compara o diretor da Academia Ondina.

PARA FINALIZAR
Esqueça o acabamento muito liso para os médios, independentemente do estilo de corte. O visual messy e até com um pouco de frizz é a finalização do momento. “Tudo depende da textura do cabelo, é claro. Os repicados intensos ficam melhor com textura mais lisa, e os repicados longos ou graduados pedem ondulações”, sugere Rodrigo Gimenes. “Para dar forma ao liso, aplique pomada. Nos ondulados, use spray ou xampu seco, conferindo o volume exato. E nos crespos, invista na fitagem, que dá movimento”, ensina Eron Araújo.

Altura certa
Apesar de, muitas vezes, haver uma pequena variação, o limite entre diferentes comprimentos de cabelo costuma ser o seguinte:

corte-medio-comprimentos 

INSPIRAÇÃO PURA
Uma galeria de cortes médios usados pelas celebridades nas telas e no red carpet:

TRAPÉZIO 

corte-medio-trapezio3

Jennifer Lawrence

corte-medio-trapezio2

Elizabeth Olsen

 

corte-medio-trapezio1

Charlize Theron

 

corte-medio-trapezio4

Felicity Jones

 

 LONG BOB

corte-medio-long-bob5

Kim Kardashian

corte-medio-long-bob4

Rosie Huntington-Whiteley

corte-medio-long-bob3

January Jones

corte-medio-long-bob2

Corinne Bailey Rae

corte-medio-long-bob1

Lucy Hale

FALSO RETO

corte-medio-falso-reto5

Emma Roberts

corte-medio-falso-reto4

Chrissy Teigen

corte-medio-falso-reto3

Margot Robbie

corte-medio-falso-reto2

Olivia Wilde

corte-medio-falso-reto1

Aimee Song

 

CHANEL

corte-medio-chanel5

Tia Mowry

corte-medio-chanel4

Courtney Cox

corte-medio-chanel3

Sarah Hyland

corte-medio-chanel2

Kylie Jenner

corte-medio-chanel1

Keira Knightley

 

 

 

Texto: Annamaria Aglio (edição para web: Patricia Santos)
Fotos: Shutterstock, reprodução e divulgação.