Dia da noiva: Procedimentos estéticos que você não deve fazer próximo ao grande dia

Dermatologista explica os tratamentos que devem ser feitos com um ano de antecedência, e indica os cuidados para última hora

10/05/2017 | Camila Miranda

Antes de subir ao altar, muitas noivas resolvem investir em procedimentos estéticos para manter a pele impecável. Porém, não basta sair por aí fazendo qualquer tipo de tratamento. Alguns cuidados são imprescindíveis para evitar que ocorra erros e o processo não saia como planejado. O dermatologista Gilvan Alves, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, elenca alguns pontos que devem ser observados para garantir a pele perfeita no momento de subir ao altar.

Um ano antes!

De acordo com o especialista, o ideal é começar os tratamentos estéticos com um ano de antecedência. “Temos algumas toxinas que podem durar até seis meses, como o botox. Para evitar qualquer resultado surpresa, é importante que o procedimento seja feito bem antes da data prevista do casório”, explica Gilvan, do Grupo Aepit.

Iniciar os tratamentos meses antes do casamento pode parecer exagero, mas é altamente recomendado para que a pele apresente melhores resultados. Após a consulta dermatológica, o médico é capaz de diagnosticar a necessidade de cada paciente. “Os cremes de uso diário, por exemplo, apresentam resultado apenas de três a seis meses após o início do uso”, reforça.

De última hora

Também existe saída para as noivas que deixaram os cuidados com o rosto para cima da hora: preenchimento, tratamentos com laser como a luz pulsada, o peeling e o ulthera, para flacidez. “Mesmo esses procedimentos que podem ser feitos em apenas uma sessão, devem ser realizados com no mínimo 15 dias de antecedência, para evitar complicações e a pele ter tempo de se recuperar”, enfatiza o médico.

De acordo com Gilvan, este tempo de recuperação é fundamental e pode evitar transtornos. “Não se deve iniciar nada agressivo na pele da noiva quando faltar poucos dias para o casamento. Ainda mais arriscar em procedimentos que ela nunca fez, pode ser que ela não goste e o resultado não seja reversível a tempo”, conta.

Teste prévio 

“Esta é uma data importante para a mulher e tudo deve estar perfeito. Para não ter surpresas que comprometam a aparência, a maquiagem do grande dia deve ser testada no mínimo uma semana antes”, orienta. Fazer uma prévia do make pode evitar ou antecipar alguma reação alérgica aos produtos. Os sintomas mais comuns em caso de alergia são coceira ou inchaço. “Por isso é importante testar. A noiva deve observar três coisas fundamentais: o profissional, a qualidade dos produtos e se gostou dos tons escolhidos da maquiagem”, considera.