Dicionário atualizado da beleza

26/10/2015 | Patricia Santos

O mundo da beleza está sempre em renovação. Ténicas, tendências, inovações não param de surgir no nosso segmento. E nesse cenário só se destaca o profissional antenado com as mudanças a sua volta. E nisso você pode contar sempre com a gente. Desta vez, preparamos um super dicionário com os termos mais falados nos salões de beleza de todo o mundo (e que estão se popularizando por aqui também), com o significado de cada um. Confira! 

Babylights. Método criado pelo colorista Jack Howard, de Londres, é uma evolução da balayage. Simula sutilmente o sun kissed (“beijado pelo sol”), feito em mechas fininhas, como cabelo de bebê. 

Bar à frange. Conceito criado na França, no qual o salão dispõe de vários apliques (daqueles modelos com clipes), entre os quais a cliente escolhe o que mais lhe interessa. O cabeleireiro, então, corta esse alongamento de maneira personalizada, criando uma franja para a pessoa usar quando quiser. 

Bar à style. Serviço que é tendência nos salões franceses. Nesse tipo de protocolo, a mulher tem o cabelo escovado e trançado em apenas 15 minutos. Mas isso sem incluir o tempo de lavagem e de corte.

Barber shop. Em vez de barbearia, usa-se para designar o espaço que cuida do cabelo e da barba dos homens.

Barber stylist. Seguindo o conceito acima, no lugar de barbeiro, utiliza-se esse termo para falar do profissional que trabalha com a beleza masculina.

Big chop. BC, ou “grande corte”, é o processo de cortar o cabelo bem curtinho para eliminar toda a parte danificada e/ou alisada. Costuma ser realizado em mulheres  crespas que não querem esperar a fase de transição.

Blow dry. Também conhecido como blow out, é um conceito trazido da Califórnia. No lugar de escova, é realizada uma secagem rápida com modelagem. A marca Lee Stafford, aliás, tem um produto que agiliza o processo: Blow Dry Your Hair Fastar Spray. Deixa os cabelos mais lisos, facilita o desembaraçar e o secar e contém proteção contra altas temperaturas e leve fixação.

Bronde. Junção das palavras blond (loiro) e brune (castanho) para designar a coloração com nuances solares de mel e caramelo adotadas por quem tem madeixas castanhas.

Detox capilar. Para remover impurezas e a saturação de químicas, ajudando no crescimento saudável. Na verdade, é uma desintoxicação dos fios e do couro cabeludo feita, geralmente, com peeling capilar e uso de xampu exfoliante ou de limpeza profunda, entre outros produtos.

Dip Dye. Variação do tie-dye, tem raiz escura e extremidades clareadas para receber coloração intensa. 

Dual-coloring. Técnica de coloração que emprega duas cores. Na parte interna, os fios são mais escuros, enquanto no alto da cabeça eles ganham um tom mais claro apenas para iluminar.

Fire hair. A hashtag #firehair aparece em incontáveis posts que circulam nas redes sociais e mostra cabelos muito “quentes”, com coloração tye-die em tons de vermelho e laranja. A cantora Bonnie McKee (abaixo) costuma desfilar essa tendência fashion.

 

Fitagem. Técnica para definir os cachos, controlar volume e eliminar frizz dos cabelos crespos. Nos fios úmidos e divididos em partes, aplica-se leave-in por toda a extensão, usando os dedos como pente e fazendo movimentos firmes. As mechas ficam como “fitas” e devem ser amassadas em direção à raiz. Depois de repetir o processo por toda a cabeça, seca-se com difusor.

Flave hair. Mistura das palavras em inglês flat e wave para descrever um cabelo nem todo liso nem todo ondulado. Sienna Miller (na foto abaixo) e Kate Middleton adotam a textura sem volume mas com movimento.

Granny hair. Antigamente usados por mulheres mais velhas, hoje os fios acinzentados caíram na graça das jovens loiras, como a modelo Cara Delevingne (abaixo). Trata-se de um blond com mescla de cinza-lavanda conferido pelo uso de produtos desamareladores. 

Highlights. Mechas suavemente clareadas ao longo do cabelo, formando um degradê de tons. Pode ser aplicado em fios loiros, castanhos ou ruivos. 

Lob. Ou long bob, é considerado o novo curto e o corte exibido pela atriz Jessica Alba.  Releitura do chanel, sua base é reta, quatro dedos abaixo do ombro. Enquanto o acabamento da parte de trás é o desfiado, a frente é menos repicada e ligeiramente mais longa, formando um bico.

Ombré. Técnica de mechas nas quais se mantém a raiz com a cor original e, a partir das orelhas, os cabelos vão clareando até as pontas. 

Pixel hair. Lançado pelo grupo de artistas X-Presion, da Espanha, reproduz os pixels das imagens digitais nas cabeleiras da clientela. Pode ser aplicado nos fios loiros, ruivos ou castanhos, em mulheres e homens.


Detalhes de looks da coleção Pixel, da X-Presion

Rainbow hair. Praticamente, coloca-se um arco-íris na cabeça da pessoa. Pode apresentar variações do mesmo tom, como no curtinho rosado de Nicole Richie, ou com diferentes cores. Como a top Chloe Norgaard, que desfila um tricolor.


Nicole Richie e Chloe Norgaard

Reverse shampoo. Método que consiste na aplicação da máscara antes do xampu. Indicado para cabelos finos e/ou danificados, especialmente os que apresentam raízes oleosas e pontas secas. A Kérastase apostou nessa tendência com o condicionador pré-lavagem Soin Premier Thérapiste, da Linha Résistance, esse aí embaixo.  

Ronze. Cor de bronze aplicada por meio de luzes nos cabelos ruivos. Também chamado vermelho metálico, é usado por Jessica Chastain (abaixo) e Emma Stone. 

Scab hair. Após um corte radical dos fios com alisamento ou relaxamento, é aquele cabelo que nasce mais rígido e seco. 

Split hair. Ultrafashion, consiste em colorir os fios, meio a meio, de cores diferentes. Milhares de selfies com a hashtag #splithair estão circulando na internet. As combinações são do tipo blond e vermelho, azul e rosa, rosa e malva, verde e rosa, e por aí vai. Nicki Minaj deve ter sido a musa inspiradora com sua peruca blond&blue (na foto abaixo).

Sombré. Repaginação do ombré (mecha cujo contraste entre raiz e pontas é bem evidente), consiste em dispor luzes fininhas da raiz ao comprimento, dando acabamento esfumado, sombreado. Pode ser feito em qualquer cor de cabelo, promovendo uma transição gradual de tons mais escuros para os claros. Veja abaixo o visual das musas Juliana Paes e Bruna Marquezine. 

Sunset light. Tipo de mechas no qual as pontas são clareadas a partir da região da nuca e se fundem de maneira harmoniosa ao tom natural. 

Tie-dye. Técnica de coloração que mantém raízes mais escuras e pontas claras, mas com marcação intensa entre elas, sem cor intermediária.

Turtle hair. Ou Tortoiseshell, é o comentado “efeito tartaruga”, um tipo de mecha que cria um degradê suave na extensão dos fios sem usar descolorante. Geralmente feito com tonalizante (mel, marrom e dourado) e aplicado com as mãos, permite escurecer o cabelo sem abandonar o loiro. Gisele Bündchen é uma das famosas que aderiram ao estilo.

Wob. É a junção de wavy (ondulado) com long bob.

Texto: Annamaria Aglio (edição de web: Patricia Santos)
Fotos: Divulgação, Shutterstock e Getty Images

VEJA TAMBÉM: 

* 23 PALAVRAS E EXPRESSÕES DA BELEZA QUE TODO CABELEIREIRO PRECISA CONHECER
* ESPECIALISTA REVELA 7 PONTOS ESSENCIAIS PARA ENCANTAR OS CLIENTES
* SEBRAE DÁ DICAS PARA FATURAR MAIS. FIQUE DE OLHO NESSAS TENDÊNCIAS