Empresária lança franquia de unhas de conceito inédito no Brasil

19/07/2016 | Patricia Santos

A empresária Luzia Costa tem o sangue empreendedor na veia. Depois de criar, em 2013, a rede Sóbrancelhas, a esteticista investe agora em um novo negócio no segmento de beleza, agora focado no cuidado com as unhas: a Beryllos.

Beryllos-1

Cuidadosa, Luzia realizou uma série de testes até encontrar um método inovador de fazer as unhas, que daria origem ao que ela chamou de “cuticularia”, em que, em vez de alicate, usa a ponta diamantada odontológica como principal instrumento para fazer as unhas. A empreendedora notou que, utilizada com emoliente, a ponta diamantada conseguia retirar o excesso da cutícula, empurrando-a sem provocar danos aos clientes. Com apoio de um adaptador, a ponta diamantada da ferramenta faz todo o trabalho de “cutilagem”, além de ser totalmente descartável. Assim, esse processo de “desbastar” mantém a real proteção das unhas, sem cortes, por exemplo.

Beryllos-3

A Beryllos inova também por oferecer todos os materiais descartáveis, incluindo os esmaltes individuais em tamanhos bem reduzidos (de 4 ml), como uma forma de inibir possíveis contaminações, já que o produto é considerado uma das maiores fontes de transmissão de doenças por meio de fungos e bactérias. “Desenvolvemos um esmalte individual em quantidade pequena. O cliente usa e pode levar o restante para retocar as unhas quando precisar. É um conceito inédito no Brasil”, explica Luzia. Além disso, o consumidor poderá comprar produtos usados durante o serviço, como removedor de esmalte, sérum de unhas, assim como cremes e esfoliante para mãos e pés, todos da mesma marca.

Beryllos-5

A primeira unidade da marca está no Taubaté Shopping, no interior de São Paulo. O objetivo da empreendedora é, ao longo do tempo, estar presente em todos os Estados brasileiros, marca que prevê atingir 300 unidades até o fim deste ano. A expansão da empresa também se dará por meio do sistema de franquias.

São dois modelos de negócio: loja em shopping center ou quiosque. Na operação por meio de quiosque, o investimento inicial é de R$ 142,3 mil. Já o aporte para abrir a unidade em um shopping center é de R$ 230,1 mil. Ambos os valores incluem capital de giro, taxa de franquia, estoque inicial de produtos, além de treinamentos, entre outros benefícios ao franqueado. Há perspectiva de retorno do investimento no prazo de 12 a 18 meses.

Beryllos-4

Para se tornar um franqueado, é feita uma avaliação que mostrará se o empreendedor tem o perfil adequado ao segmento. “Visamos pessoas que realmente queiram trabalhar e crescer com o negócio”, reforça Luzia. Para ajudar nesse processo, os franqueados recebem treinamento para entender sobre o modelo de negócios e as técnicas usadas pela empresa. “No caso do treinamento para as equipes, enviamos o treinador à cidade”, completa.

Fotos:  Edgar Pacheco (divulgação Beryllos)