O coiffeur das divas

07/04/2015 | Patricia Santos

Entrevista com Luigi Murenu, artista Kérastase queridinho de Madonna

Por Cristiane Dantas

Ele é requisitado para editoriais e desfiles de moda no mundo inteiro. Já atuou com o badaladíssimo fotógrafo Richard Avedon, o que considera um dos mais excitantes momentos de sua carreira. No rol das celebridades que exigem sua presença nos backstages  estão Madonna, que se tornou amiga do hairstylist, e Kate Moss, a musa de Kérastase para Couture Styling. Nesta entrevista exclusiva, Luigi Murenu conta como iniciou sua carreira e revela o segredo do cabelo ideal.
 
Cabelos&cia: Como teve início sua carreira?
Luigi Murenu: Sou italiano, nasci na Sardenha e foi lá que comecei, num pequeno salão. Sempre fui uma criança com um forte lado artístico na escola. Venho de uma família de doutores, engenheiros, professores, mas eu era diferente. Estava mais interessado em filosofia e cultura, e a coiffure consegue unir essas duas coisas. Porque, como cabeleireiro, você pode falar de geografia, já que está sempre visitando outros lugares ou, então, discutir história da moda ou história geral porque vive pesquisando. Aprendi a falar inglês, francês e outras línguas viajando. Meus irmãos foram para a faculdade, mas posso dizer que, no meu caso, frequentei a universidade da vida.
 
Por que você deixou sua terra natal?
Já trabalhava na Sardenha, mas tive de partir. Isso foi há duas décadas. Fiquei primeiro em Paris por quatro anos e passei mais 11 em Londres. Ainda muito jovem, me tornei diretor artístico da loja de departamentos Harrods. Quando deixei a Itália, não estava atrás do sucesso, mas queria aprender esse métier num lugar que me permitisse ser freelancer, atuar em desfiles, essas coisas. Deu certo. Sempre trabalhei em backstages e editoriais, isso é minha vida, é o que eu faço há 30 anos.
 
Como Madonna surgiu na sua vida?
Tive a oportunidade de atuar com muita gente boa, como o fotógrafo Richard Avedon, por exemplo. Uma vez, quando eu estava com uns 30 anos, a Madonna viu uma das minhas criações e me chamou para trabalhar com ela. Peguei um avião e fui ao seu encontro. Desde então somos inseparáveis, muito amigos mesmo. Trocamos várias ideias artísticas.
 
Quais os produtos ideais para usar nos backstages e editoriais?
Necessito de cosméticos que tenham uma ação rápida, que sejam eficientes e que não sacrifiquem meu tempo, pois ele é precioso para mim. Sou procurado por muita gente que me quer em seus shootings e passarelas, e não posso usar fórmulas que não sejam capazes de sustentar a minha performance num desfile com 60 modelos. Eu trabalho com o crème de la crème e Kérastase também. Formamos uma boa dupla, nós nos amamos!
Como criador de tendências em cabelos, o que o inspira?
As mulheres são minha primeira inspiração. Todas elas, as das pinturas, as dos filmes, das ruas, da minha família…
 
Você tem musas?
Várias. Primeiro, Madonna, é claro. E tenho outras com quem já trabalhei e também mulheres que nunca cheguei a pentear.
 
Como se passou o shooting com a Kate Moss, porta-voz da campanha de Couture Styling?
Kate é uma grande parceira e é sempre muito bom trabalhar com amigos. Fica tudo mais leve quando estamos com quem gostamos. Temos uma colaboração de vários anos. É extremamente fácil, para mim, me reconhecer nos cabelos que crio nela, assim como ela própria se vê nesses visuais.
 
O que um profissional deve fazer para atuar no mundo fashion, como você?
Ele tem de desenvolver uma cultura de moda. Também não deve seguir o que todo mundo faz, é preciso ser diferente. Revolucionar um métier é uma questão de vontade. Fui educado desde pequeno para aprender e para jamais desistir. Sacrifiquei muitos anos da minha vida dentro de estúdios, mas valeu a pena, pois a coiffure é um universo sublime.
 
Qual o pior erro que um cabeleireiro pode cometer nos fios de uma cliente?
Usar os produtos errados, fórmulas pesadas, que tirem a leveza e o movimento das madeixas. Hoje, na moda, só se falam nos complementos para as roupas e os finalizadores são os principais acessórios de um cabelo.


Tags: