Peeling de cerveja é alternativa para reduzir manchas e clarear a pele

28/08/2015 | Patricia Santos

Ciência aposta no lúpulo como ativo bastante eficiente em tratamentos dermatológicos

Graças aos benefícios de seus ingredientes naturais, a bebida que é uma verdadeira paixão nacional vem sendo redescoberta pela ciência como alternativa para cuidados com a saúde.
Um princípio ativo extraído do lúpulo (utilizado para dar o gosto amargo à cerveja) é a nova aposta da medicina e da cosmetologia para clarear a pele e prevenir manchas e inflamações.

O tratamento chamado de Peeling de Cerveja, que já é febre em países da Europa e da Ásia, chega agora ao Brasil, em versões tanto para uso profissional quanto para tratamento em casa. “O lúpulo é um dos ativos mais utilizados no Japão, país bastante exigente quando o assunto é manter a uniformidade da pigmentação da pele. Essa substância promove o clareamento de forma segura e garante que as manchinhas não voltem”, explica a farmacêutica Sara Bentler, da PharmaSpecial, empresa especializada em matéria-prima farmacêutica que comercializa o produto no Brasil.

Tipo especial de flavonóide, o lúpulo é um poderoso antioxidante que, entre suas ações mais benéficas, atua no clareamento e principalmente no combate ao “vai e vem” das manchinhas.

Como usar

Aplicado pelo médico, o produto permanece em contato com a pele de 4 a 5 horas. Assim como em outros tratamentos semelhantes, após remoção do peeling, a pele encontra-se um pouco mais sensível em decorrência de ser um procedimento químico. No terceiro dia ocorre descamação para dar espaço a uma pele nova.

Já os cremes, loções, fluídos e espumas à base de cerveja devem ser usados como tratamento diário, pela manhã, antes do protetor solar, e à noite antes de dormir. 

Fotos: Shutterstock

LEIA TAMBÉM: 

* COMO AGEM OS ATIVOS ANTIQUEBRA EM CADA REGIÃO DO CABELO
* 11 ATIVOS DE ÓLEOS CAPILARES E SEUS BENEFÍCIOS PARA OS FIOS
* 9 CURIOSIDADES QUE VOCÊ NÃO SABIA SOBRE O CRESCIMENTO DO CABELO