Superativos para recuperar e manter bonitos todos os tipos de cabelo

06/10/2015 | Patricia Santos


Hidratação, nutrição, reconstrução, detox? Do que os fios da clientela (ou talvez os seus) precisam? Veja a seguir como acertar na escolha dos melhores ativos para recuperar até a mais detonada das cabeleiras!

Combater o ressecamento e dar brilho


 

Procure usar produtos que contenham manteigas naturais, como as de castanha-do-pará e karité. Algas marinhas, pantenol, aloe vera e lanolina também são ingredientes recomendados no resgate da vitalidade capilar. Ácidos graxos constituem agentes a manutenção das madeixas que passaram por químicas, pois promovem nutrição. Nesse caso, vale incluir óleos fundamentais durante de argan, macadâmia, coco e manteiga de murumuru.

Tratar a quebra

 

Quando a fibra capilar está muito enfraquecida, acaba se partindo. Nesse caso, é preciso fazer uma reposição de massa com queratina, que contém 19 aminoácidos necessários para a reconstrução das madeixas. Mas cuidado: em excesso, esse ativo pode enrijecer o fio e fazer com que ele se rompa. Já a arginina, que é um aminoácido básico, ganhou o mercado recentemente e faz parte de muitas composições para revigorar cabeleiras frágeis, assim como o ômega 6, conhecido por suas propriedades fortalecedoras.

Anular o desbotamento

Fios coloridos estão sujeitos à perda de pigmentos ao serem submetidos a agressões externas, como exposição solar e calor. O melhor tratamento para eles é profilático. Logo, investir em filtros solares e ingredientes que garantam a durabilidade da cor é essencial. Nesse caso, escolha produtos com ativos capazes de reter a cor, como o gluconato de zinco, e ricos em antioxidantes, caso da vitamina E, do extrato de caviar e da proteína da seda.

Encorpar

Pantenol, silicones, polímeros de crilato, cafeína e niacinamida costumam entrar na formulação de cosméticos que aumentam o diâmetro dos fios. Ideais para cabeleiras finas e delicadas, esses produtos colaboram para aumentar sua resistência a traumas mecânicos como o brushing.

Cuidar do couro cabeludo


A pele sensível da região pode receber ativos tonificantes e desintoxicantes, que estimulam a microcirculação. Argila verde, extratos botânicos de jaborandi, alecrim e juá, além de mentol e maçã verde, fazem esse trabalho. No combate à caspa, é interessante usar agentes específicos, como a piritiona zíncica e o octopirox.

Amenizar o frizz

Cabelo saudável, automaticamente, tem menos frizz. Logo, caprichar na hidratação, na nutrição e na reconstrução é o passo mais importante no combate aos arrepiados. Produtos com manteigas ou óleos de macadâmia, buriti, cupuaçu, argan, abacate e coco cumprem bem essa função. Silicones que retêm nutrientes dentro da fibra e repelem a umidade exterior também são uma boa pedida.

Texto: Cristiane Dantas (edição de web: Patricia Santos)
Fotos: Shutterstock
Fontes: Marceli Nakashima, hairstylist do Studio W Campinas, e Dio Venâncio, cabeleireiro e educador

LEIA TAMBÉM: 

* 6 SINAIS DE QUE SEU COURO CABELUDO PRECISA DE CUIDADOS ESPECIAIS
* 3 RITUAIS CAMPEÕES PARA ACELERAR O CRESCIMENTO DO CABELO E AUMENTAR A QUANTIDADE DE FIOS
* 5 DICAS ESSENCIAIS PARA CACHOS PODEROSOS