Tudo sobre o marrom hygge, a cor da temporada

Quer saber qual a tendência que está fazendo, literalmente, a cabeça da mulherada pelo mundo afora? Experts no assunto contaram tudo para a gente. Confira!

10/05/2017 | Redação

Já ouviu falar em marrom hygge (lê-se “hu-ga”)? Pois ele deve ser o tom predominante das madeixas nos meses de outono-inverno. Inspirado no modo de viver dinamarquês, pode ser traduzido como “aconchego” (veja “De Onde Vem?”). O hairstylist Cesar Augusto, do Mirage Três Figueiras (RS), é um dos profissionais que apostam no conceito. “O marrom hygge é quente, rústico, convive em harmonia com toques frios dos aparelhos tecnológicos e da própria temperatura mais baixa. Eis a essência do movimento hygge na coloração”, explica ele.

MISTURA ESPERTA

coloracao-marrom-famosas

Cabeça de estrela: Volta e meia, o marrom frio aparece nas cabeleiras das celebs, como Flávia Alessandra, Anitta e Giovanna Antonelli que já aderiram à cor. Fotos: Reprodução Instagram

 

“Alternar mechas frias e quentes ajuda a criar um visual aconchegante, sereno e amoroso – que vem do calor dos dourados. Claro que estamos falando de castanhos e loiro-escuros, portanto, se você quer o marrom hygge, mescle cores abaixo de 6 (loiro-escuro), intercalando mechas com reflexo quente e frio. A mistura que mais gosto é 6.1 e 4.3. O efeito fica incrível, com balanço e naturalidade!”, exemplifica. Outra dica do hairstylist: a soma das duas bases que você irá juntar não deve passar de 11. “Você não pode usar a 6 com uma 7 porque estaria saindo dos castanhos e indo para os loiros médios.”

TÁ QUENTE, TÁ FRIO…

Não só o expert gaúcho acredita no poder do marrom hygge. “Ele é versátil e se adapta a qualquer tom de pele. No outono e inverno, os frios estarão em evidência e podem compor o figurino da estação”, concorda a cabeleireira Jô Nascimento (SP). A colorista Akemi Camila Oliveira, do salão Marcos Proença (SP), concorda. “O marrom sempre é neutro, sem ser invisível, substancial e sóbrio”, completa. Mas é preciso observar alguns detalhes para chegar à composição certa. “A brasileira, em geral, não gosta dos quentes. Para esfriar o marrom, bem avermelhado, o ideal é ter nuances que partam para o esverdeado (mate), o azulado (cinza) ou o violeta”, detalha o diretor técnico Rodrigo Cesar Gimenes, da Ondina Beauty Academy (SP).

Para entender: para acertar no marrom hygge, primeiro olhe a base do cabelo natural e avalie se precisa neutralizar os alaranjados que existem. “Se for esse o caso, escolha um dos loiros ou dos castanhos acinzentados, com terminações em .1 ou .11 [veja “Questão de Números”], que trazem resultados frios sem perder a luminosidade”, acrescenta Jô Nascimento. Quem deseja neutralizar os avermelhados deve optar por nuances verdes ou mate, e os amarelados e os dourados podem ser apagados com violeta ou irisado (veja “Estrela de Oswald”). Para chegar nessas tonalidades, não é preciso misturar cores, a menos que queira. Há bons produtos no mercado que já foram calculados na dose certa.

OUTRAS RECEITAS

coloracao-marrom-cachos

“Eu, particularmente, gosto do 7.81, da Wella Illumina para esfriar. Uso quando alguém pede o marrom frio, retiro o descolorante quando o fio atinge o alaranjado e passo a cor na matização”, exemplifica o colorista Bruno Lotufo, do Studio Lotufo (RJ), vencedor do 7º Prêmio CABELOS&CIA. “Quando falamos de marrons, normalmente estamos nos referindo à altura de 6, e se quiser mais forte ou para cobrir brancos, o 7. Aposto no 6.1 ou 6.11, de Majirel Cold Cover, da L’Oréal Professionnel, que são lindos”, detalha Jô Nascimento.

As composições para criar o marrom hygge podem ser feitas com coloração semi ou permanente, dependendo do gosto da cliente, e também aparecer em mechas no contorno do rosto e no topo da cabeça. “Aplico a técnica do hair contour, avaliando a face, o tom natural do cabelo, a cor dos olhos para executar esse trabalho. Dependendo disso tudo, coloco as nuances diferentes mais para a lateral ou até mesmo no comprimento”, ensina Bruno Lotufo.

EQUILÍBRIO É A PALAVRA-CHAVE

coloracao-marrom-liso-franja

Assim como em toda coloração, o marrom hygge deve harmonizar com cútis e olhos, senão o cabelo parecerá opaco. “Segundo o visagismo, peles frias e quentes são classificadas conforme as estações e podem ser identificadas a partir de como ficam após a exposição solar. Essa análise cromática interpreta as frias como as que possuem toques rosados, as quentes com pigmentos amarelados e as neutras com tonalidade pastel, intermediária entre rosados e amarelados”, detalha o visagista e hairstylist Flavio Gomes, do Colour Day (RJ). Assim, quem possui derme quente ou neutra se beneficia mais desse tipo de cor. Mas isso não impede que as donas de rosto frio tinjam as madeixas de tons frios. “Nesse caso, é só esquentar um pouco. Uma possibilidade é acrescentar mechas beges douradas ao visual”, sugere Jô Nascimento.

PROTOCOLOS PARA ILUMINAR

Em qualquer tipo de coloração, a cliente deve adotar cuidados básicos para preservar a tonalidade contra agressores externos, como os raios solares, a poluição e o uso contínuo de secadores e chapinha. Por isso, para manter a beleza do marrom hygge, você deve recomendar produtos de manutenção com essa finalidade e oferecer tratamentos que mantenham a cor viva e luminosa, tudo para incrementar o ganho do salão. “O que a mulher com cabelo castanho mais quer é que ele seja brilhante”, comenta Cesar Augusto, indicando protocolos de nutrição, hidratação e antienvelhecimento. “Atenção ao banho de brilho que, por conter pigmentos, pode fechar a cor, escurecendo demais e escondendo as nuances frias”, alerta Rodrigo Gimenes. Duas propostas:

QUESTÃO DE NÚMEROS AS CORES

coloracao-marrom-cores-e-nuances

Todas as colorações são identificadas por números (e não somente por nomes), que são as bases das tonalidades e vão do 1 ao 10, do mais escuro ao claro.

  1. Preto absoluto
  2. Preto natural
  3. Castanho-escuro
  4. Castanho médio
  5. Castanho-claro
  6. Loiro-escuro
  7. Loiro médio
  8. Loiro-claro
  9. Loiro muito claro
  10. Loiro claríssimo

AS NUANCES

O número após ponto ou vírgula indica nuance combinada à cor. Por exemplo: 4.5 é castanho médio acaju e o 7.81, loiro médio azul acinzentado. Se um dos numerais se repetir, como em 7.11, significa que a nuance é intensificada. Neste caso, um acinzentado no loiro médio.

.0 Natural
.1 Acinzentado
.2 Irisado ou mate
.3 Dourado
.4 Acobreado
.5 Acaju
.6 Vermelho
.7 Marrom ou chocolate
.8 Azul
.9 Verde, mate ou violeta

VITRINE PROFISSIONAL

coloracao-marrom-felithi

Série Marrons Especiais – Platinum Colors, Felithi Professional. Com manteiga de palmeiras brasileiras, que garante mais brilho ao cabelo colorido, e menor percentual de amônia, para não abrir demais as cutículas. Cores 6.71 e 7.71.

coloracao-marrom-lusty

Linha Marrons Frios – Lusty Color Permanent Coloring Cream, Lusty. Tem alto poder de fixação, menor teor de amônia e cobre 100% dos fios brancos. Contém proteína da seda e Amodimethicone, que enriquecem a coloração e iluminam. Cores: 44.71, 55.71, 66.71.

coloracao-marrom-alfaparf

Evolution of the Color, AlfaParf Milano. Os ativos MLV (Veículo Multi Lamelar), HA (ácido hialurônico) e HCI (Sistema de Cor Hiperintenso) preservam a tonalidade por mais tempo, permitindo maior concentração de pigmentos na fibra. Cores: 6.23 e 8.23.

coloracao-marrom-itallian

Itallian Color Sopremo, Itallian Hairtech. Composto por flavonoides, derivados de folhas de oliveira, vitamina E e óleo de âmbar para melhorar a circulação do couro cabeludo e fortalecer os fios. Cores: 425 (Castanho Café) e 541 (Conhaque com Chocolate).

coloracao-marrom-wella

Color Touch, Wella Professionals. Tonalizante com alta durabilidade isento de amônia. Cores: 5.1 e 7.1.

coloracao-marrom-yama

Professional Color, Yamá. Graças à presença de Color System 3D, proporciona resistência, flexibilidade e força aos fios. Nas cores: 7.77, 6.77, 5.77 e 77.71.

coloracao-marrom-red-iron

Color, Red Iron. Contém microfilamentos de queratina e proteína hidrolisada da seda para hidratar o fio. Cor: 6.713 (Angelim).

coloracao-marrom-mediterrani

Ionixx Color, Mediterrani. Um blend de óleos essenciais de macadâmia, pêssego, avelã, chia, baobá, moringa, ojon, canola e argan acrescenta ao produto alto poder de umectação e efeito condicionante. Cores: 5.12, 6.12 e 7.12.

coloracao-marrom-joico

Joico Lumishine Cor + Reparação, Joico. Com tecnologia ArgiPlex, que repara o cabelo danificado, aumenta a longevidade da cor e confere brilho. Cores: 7.01, 6.01, 5.01, 4.01, 7.02, 6.02, 5.02 e XL11.

 

coloracao-marrom-schwarzkopf

Igora Royal, Schwarzkopf. Cobre até 100% dos brancos. Equaliza a cor mesmo em cabelos porosos. Cor: 6-63.

 

coloracao-marrom-loreal

L’Oréal Professionnel: Majirel Cold Cover. Traz composto Incell + Ionène G, que dá brilho e fortalece a cutícula. Cores: 7.17, 6.17 e 6.11.

 

coloracao-marrom-truss

Truss Color, Truss. À base de proteína hidrolisada keratin, amazon buriti oil e soy glicine, aumenta a resistência da fibra capilar, protege dos raios solares e nutre as madeixas sem ressecar. Cores: 5.7, 6.7 e 6.77.

 

coloracao-marrom-varcare

Varcare Color, Varcare. Conta com duplo reflexo para intensificar a cor e deixá-la mais fria e duradoura. Cores: 4.77, 5.77 e 6.77.

 

DE ONDE VEM?

coloracao-marrom-hygge

O modo de vida dos dinamarqueses inspira a tendência hygge. Para Hellen Russell, autora do livro The Year of Living Danishly: Uncovering the Secrets of the World’s Happiest Country (“O ano em que vivemos como dinamarqueses: descobrindo os segredos do país mais feliz do mundo”), o termo hygge é estar bem consigo mesmo, permitir-se passar um tempo agradável, curtindo aconchego com família, amigos e até com o bicho de estimação, fazendo algo bom para a alma.

 

 

 

Texto: Katia Deutner (edição de web: Patricia Santos)
Fotos: Fabio Salsa, divulgação, reprodução Instagram e Shutterstock