Yamá: experiência e inovação

A fabricante do tradicional Yamasterol é uma das mais promissoras do mercado profissional

20/04/2017 | Redação

industria-yama-ceo“Mesmo diante das atuais crises política e econômica que afligem o País, a Yamá Cosméticos cresceu 14% em 2016. Este ano, estamos projetando um salto de 20%! Para tanto, e também para enfrentar um mercado cada vez mais competitivo, nossa estratégia tem se baseado em dois pontos: tornarmo-nos referência de excelência em um determinado nicho de mercado e continuar investindo na pesquisa de ativos e compostos nanoencapsulados diferentes. Conta mos com um centro técnico dedicado exclusivamente à avaliação de novos produtos e que trabalha em sintonia com o setor de pesquisa e desenvolvimento.

Também visitamos feiras internacionais de matérias-primas, como a in-Cosmetics Latin America, e feiras de cosméticos, como a Cosmoprof Worldwide Bolonha, na Itália. Em 2016, viajamos até a Coreia do Sul para prospectar novos fornecedores de matérias-primas e ingredientes. Graças a esses esforços, saímos na frente com os lançamentos do Pó descolorante amônia free e do Dekap Color, que remove corantes de oxidação presentes nas colorações permanentes sem agredir os fios.

Apesar de todas essas inovações, continuamos fiéis ao DNA da empresa, que é o de oferecer produtos de qualidade profissional a preços acessíveis. São bons exemplos disso os nossos Pós descolorantes com 11 variações para o cabeleireiro, as Colorações Perma nentes e os galões de cinco litros de xampu. Hoje, somos uma das poucas empresas nacionais que formula e fabrica suas próprias colorações e pós descolorantes, o que acaba revertendo numa qualidade diferenciada do restante do mercado”. Fábio M. Yamamora, Diretor executivo da Yamá Cosméticos.

50 anos de experiência

industria-yama-linha-de-produção1

idade era apenas uma forma de ter uma profissão e ajudar no sustento da família. Mas Paulo Kazuo Yamamora, filho de imigrantes japoneses, foi além, abriu seu salão de beleza e se tornou um profissional de sucesso. Boa parte desse reconhecimento se deveu aos xampus e cremes desenvolvidos por ele para agradar às clientes e que acabaram chamando a atenção de outros cabeleireiros pela qualidade, pelos benefícios e baixo custo.

industria-yama-yamasterol

Em 1967, Paulo decidiu profissionalizar suas invenções criando a Yamá Cosméticos, que funcionava numa pequena fábrica no bairro de Sumaré, em São Paulo, e produzia apenas laquês e o inovador creme Yamasterol. Hoje, 50 anos depois, a Yamá ocupa uma área de 22 mil m² às margens da rodovia Raposo Tavares, conta com 350 funcionários e fabrica mais de 200 produtos diferentes.

Da teoria à prática

industria-yama-linha-de-produção

Há tempos, a Yamá utiliza material plástico reciclado na confecção de suas embalagens e se preocupa em reciclar aquelas que apresentaram falhas de impressão. Recentemente, a empresa decidiu construir uma estação de tratamento de água dentro da sua fábrica, em Cotia (SP). O objetivo é despoluir os líquidos resultantes do processo de fabricação dos seus mais de 200 produtos. A inauguração está prevista para 2018. A Yamá também está atenta à educação dos profissionais de beleza. Por isso, frequentemente são doados produtos para escolas de cabeleireiros para que os alunos possam conciliar a teoria e a prática de maneira eficiente.

Lançamento 2017

industria-yama-cachos

No início do segundo semestre, a Yamá vai lançar uma linha com 10 itens para cabelos cacheados, todos livres de silicones, sulfatos e parabenos. “Estamos trabalhando muito para que esses produtos entreguem benefícios perceptíveis a um preço justo e que atendam às reais necessidades das brasileiras. Nossa expectativa é de que, dentro de alguns anos, apenas as empresas mais capacitadas para atender a esse nicho permanecerão no mercado”, diz Fábio Yamamora.