Marketing olfativo para salão: aposte já na tendência!

16/07/2019 | Redação

Dar ao espaço de beleza uma fragrância própria, que tenha a ver com a sua identidade, reforça a marca e a experiência da clientela

Talvez o título deste texto seja algo novo para você, leitor. Porém, você já sabe o que ele significa. Sabe quando passamos em frente a uma loja e imediatamente identificamos qual é ela, sem ao menos olharmos para sua fachada, apenas pelo perfume agradável e único que vem lá de dentro? Pois é, eis o marketing olfativo!

Confira também: Prêmio Cabelos&cia 2019: confira os vencedores desta edição!

Não é de hoje que diversas marcas, sejam elas de moda, automobilísticas ou de decoração, apostam em fragrâncias próprias que se tornam suas marcas registradas. Tudo isso tem um motivo. “O fato do olfato ser o nosso sentido mais poderoso e a nossa memória mais duradoura, nos possibilita uma outra forma de comunicação que pode ser muito mais significante do que outras. Podemos nos esquecer do que vemos, tocamos ou comemos, mas dificilmente nos esquecemos do que sentimos através do olfato”, explica Leonora Rocha Lima, consultora olfativa e criadora da marca da Eaux Parfums.

Cheiro de salão: como o olfato envolve as clientes

Apostar em uma fragrância própria para o salão de beleza pode ser uma grande aliada na jornada da clientela durante o atendimento. Isso porque o olfato ativa as lembranças registradas no sistema límbico, parte do cérebro que concentra as memórias e de onde surgem as emoções. “Hoje, ao entrarmos em um espaço procuramos uma experiência, o que vai muito além de buscar um serviço ou produto. O visual, a música, as pessoas, o ambiente e é claro, o cheiro. O cheiro indica que existe naquele lugar, um cuidado especial”, conta Leonora.

Consultora olfativa, Leonora mostra algumas das suas criações na Eaux Parfums: Eau de Davi, Eau de Papa, Eau de Leonora e Eau de Luiz, desenvolvidas especialmente para seus familiares – e uma para ela -, de acordo com as notas que remetem a cada um deles.

Outro ponto é a comunicação que o perfume do espaço faz junto com outros elementos da marca. “Acho que uma identidade olfativa bem-feita reforça a credibilidade de uma marca; ela deixa de se comunicar somente através da imagem (logomarca, embalagens, ambiente) e do serviço, e começa a se comunicar olfativamente”, explica Leonora.

Não à toa, o perfume próprio de diversas marcas se transformaram em itens, como sprays, velas e difusores de ambiente, para as clientes perfumarem outros espaços, como a residência, escritórios, etc. “O cheiro do salão pode virar produto. Desta forma, a marca continua a estar presente de outras maneiras.”

Um cheiro para cada espaço

Antes de escolher uma fragrância para perfumar seu negócio, é importante ter em mente que ela precisa caminhar junto com outras características da identidade da sua marca. Leonora pontua que cada projeto tem um perfil olfativo. “É levado em consideração todo o DNA da marca, identidade visual, perfil de clientes, ambiente, estilo, faixa etária e todas as informações que possam agregar para a escolha correta deste cheiro.”

Por isso, a dica principal é não escolher um aroma aleatoriamente. “O cheiro precisa falar a mesma língua da marca, se for mal escolhido, pode ficar totalmente inadequado e até estranho.”

A seguir, as dicas de Leonora de fragrâncias para alguns tipos de salão:

Esmalteria

“Para uma esmalteria por exemplo, uma fragrância jovem, dinâmica,  feminina, com notas frutais talvez seja um caminho adequado. “

Barbearia

“Para uma barbearia, notas frescas, herbais e amadeiradas seria elegante. Menta com vetiver talvez.”

Espaços alternativos

“Para um salão que prioriza tratamentos mais naturais, notas verdes que remetem à mato, grama cortada, ervas e água doce. Uma sensação meio ‘spa’ para que o cliente se sinta cuidado assim que adentrar o salão.”

Salas de Dia da Noiva

“Para noivas, cheiro de festa! Algo agradável, ‘para cima’ e chique. Notas cítricas e florais.”